• Iara Rodrigues

Vamos falar um pouco sobre efetivação de estagiários(as)?

Quando um(a) estagiário(a) entra em uma organização, vem com muita vontade de aprender, de querer se desenvolver e também aplicar seus conhecimentos na prática. Afinal, é bem mais legal quando fazemos o que aprendemos na faculdade, não é mesmo?

E conforme os resultados vão surgindo e as entregas começam a evoluir em qualidade, o colaborador se destaca em seu período de estágio. É aí que a possibilidade de uma promoção aumenta, claro que alinhado à realidade de cada organização. Assim, há possibilidades de promoções dentro do próprio estágio, ou também uma proposta de efetivação para o quadro de funcionários da empresa.


Aqui na Cromai, não só damos promoções no estágio como fazemos a proposta de efetivação para quem está conosco, reconhecendo todo o empenho, entregas e resultados de nossos (as) estagiários(as).

Nestes 4 anos de história, temos um case muito interessante, que é do nosso líder de Tecnologia: o Rodrigo Santos. Ele iniciou sua jornada conosco como Estagiário, foi efetivado como Analista, e, logo depois, surgiu a oportunidade incrível de liderar o time! Ele não pensou duas vezes e topou o desafio!


Tivemos uma conversa sobre essa experiência e vocês poderão conhecer um pouco mais sobre a trajetória desafiadora do Rodrigo Santos.



  • Conta para nós, como foi iniciar sua carreira como estagiário na Cromai?


Lembro-me que antes de iniciar na Cromai eu apenas cursava Ciência da Computação e trabalhava em uma área que não tinha relação alguma com o que eu queria seguir como profissão. Receber a ligação do CEO Guilherme Castro me fez perceber o quanto poderia aprender estagiando em uma empresa de Tecnologia e que utiliza Inteligência Artificial (naquela época só se falava disso na faculdade). Bom, eu estava super entusiasmado em participar da Cromai e durante o estágio já fui desafiado em iniciar, do zero, a primeira plataforma de visualização de diagnósticos (O Atlas), e, com isso, aprendi muito sobre desenvolvimento web (html, javascript e frameworks), e desenvolvimento das regras de negócio, seja em python ou qualquer outra linguagem de programação.

Além dos desafios de programação, comecei a pesquisar muito sobre desenvolvimento em Cloud e sobre os serviços que os principais provedores de programação em nuvem tinham. Cada passo no desenvolvimento era um grande desafio para mim, porque nunca tive conhecimento específico e estava sempre em busca daquilo para resolver um problema ou alguma situação do dia-a-dia. A bagagem técnica que tenho hoje, como desenvolvedor, vem muito dos experimentos, falhas e sucessos que tive durante a passagem por cada desafio até agora.




  • Muito interessante ouvir como o colocar a mão na massa com os desafios reais da empresa foi importante na sua evolução rápida como profissional e desenvolvedor! Qual foi a sensação de ouvir a proposta de liderar uma área e gerir uma equipe?

No primeiro momento fiquei surpreso por receber a proposta. Nunca imaginaria que naquele momento eu pudesse liderar um time, ainda mais o maior time da empresa e a confiança que meu líder e a minha equipe depositaram em mim me motivou ainda mais a topar os novos desafios. Por mais que eu ainda fosse muito novo, com pouca experiência técnica e de gestão, fui aos poucos me adaptando e criando o meu estilo de liderança dentro da área. Agora, muito mais que desafios técnicos, eu tenho o desafio de gerir um time e isso, para mim, é sensacional.



  • Gerir um time é desafiador, mas como é gerir um time aqui na Cromai?

Gerir o time de tecnologia, ainda mais um time multidisciplinar e com pessoas excepcionais e de diversas regiões do Brasil, está sendo uma experiência incrível aqui na Cromai. Dentro do time técnico quero tornar, cada vez mais, as pessoas que estão conosco, referências dentro de suas áreas.

Com os Cromaianes, busco sempre extrair a percepção das pessoas nas 1:1’s sobre os processos dentro da área, o desenvolvimento profissional de cada membro, perspectivas de carreiras na empresa e o que podemos fazer a fim de se obter os melhores resultados tanto individualmente (através dos ciclos de planejamento de desenvolvimento individual) quanto com o trabalho em equipe (através das squads de desenvolvimento).

  • Tem algo que queira compartilhar para os estagiários que estão conosco e para aqueles que querem fazer parte do time da Cromai?


Mesmo estagiando aqui, a Cromai tem total conhecimento das responsabilidades dos colaboradores fora da empresa, principalmente com a faculdade. Eu sempre tive a liberdade e autonomia para ir atrás do conhecimento para conquistar meus objetivos e a Cromai tem me ajudado muito me aproximando das pessoas certas para o meu desenvolvimento, não só profissional mas também pessoal.

É muito mais interessante quando você enxerga o estágio como uma oportunidade para se desenvolver e criar novos networkings (já que é o primeiro contato com o mercado de trabalho). Eu sei que conciliar faculdade, estágio e vida pessoal (TCC que lute) é um super desafio, mas eu indico que você tenha algumas palavras-chave sempre em mente que te ajudem a manter o foco no seu objetivo. Eu tenho três que me levaram onde estou até agora e espero que possa fazer sentido pra quem estiver lendo (a google dá uma boa definição para elas), são elas: vontade, constância e agilidade. A Vontade para mim está relacionada ao querer acordar todo dia pra fazer aquilo que, por mais que possa às vezes ser chato, é necessário para alcançar o que desejo, o meu objetivo. A Constância para mim está relacionada ao processo até chegar no meu objetivo, mesmo que seja repetitivo e tedioso (vide academia, por exemplo). A Agilidade para mim é você perceber que está indo para o caminho errado, aprender com isso o mais rápido possível, e voltar aos trilhos do seu objetivo. Dependendo do seu momento de carreira, poderão existir outras novas que irão te guiar.

Como fala final, só tenho a agradecer a todos que participam e participaram da minha jornada e que ainda espero fazer muitos networkings e absorver todo o conhecimento através dos novos desafios. #BoraQueFogueteNãoTemRé


76 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo